LITERATURA

Livros, Leituras, Fascinação

Por PORTAL GRANDE PRUDENTE

12/01/2022 às 17:09:04 - Atualizado há

"Vem chegando o verão/ O calor no coração..." sim, assim canta Marina Lima. Também coincide com nosso Verão Tropical, papai noel é bom só no shopping, mas, se a vida é bruta, os papais noéis se espalham pela cidade. E o dezembro inteiro que atravessa rapidinho para explodirmos o Ano Velho, e abrir o Ano Novo: momento em que morte e vida são fragmentos de milésimos de segundo. Talvez o balanço a gente faça um pouco antes.

Faz exatamente um ano e recebo de Taubaté, de um grande amigo e artista Nando Luz dois livros de Cassiano Ricardo, autor importantíssimo do Movimento Modernista, muito citado, pouco lido, mas um autor de quem tenho imensa admiração. Estes livros não os tinha. E a emoção e necessidade de ler estas obras foi de pronto.

Coincide a postagem de uma grande amiga e escritora Caroline Factum sobre as leituras que fez durante o ano. Pronto. A ideia brota intensa de começar a anotar diariamente as leituras dos livros no decorrer do ano. E agora sei que li muito; mas li pouco. Há muitas outras tantas leituras para vivenciar. E isso permitiu este balanço.

Isso é pouco? Rafael de Campos entra na história. Ao ler sua pesquisa "O homem rico e Lázaro – As relações invertidas no Hades" a bíblia também entra como leitura integral e sequencial, o que eu já vinha querendo fazer há muito tempo, já que apenas abrimos a Bíblia ao acaso, ou fazemos as chamadas leituras diárias sem observar o todo que se apresenta. Estou indo bem: Evangelhos, Atos dos Apóstolos, todas as Cartas, Apocalipse: Novo Testamento (27 livros) todo lido neste Ano. Tudo bem. E depois? Vamos ao princípio. E assim o Pentateuco e os primeiros livros históricos. Chego aos 16 primeiros do Velho Testamento (chegarei aos 46, que Deus me permita).

Mas me chamou a atenção diante das minhas leituras normais, de muitos livros já lidos, e a maioria já adquirido, pela variedade na forma de escrever. Cada escritor é único. Cada escritor apresenta o seu jeito muito particular de se expressar. Quando estudamos literatura devemos ver, sim, o que cada obra apresenta como diferencial e/ou como segue os padrões eruditos/populares de acordo com sua proposta, e o resultado que se apresenta. Às vezes precisamos de uma orquestra; às vezes um pandeiro é a solução (Ópera do Malandro?).

Mas ainda me chamou a atenção uma discussão que se alonga nas nossas rotineiras horas. Dos 208 livros lidos (fora os da Bíblia) uma feliz constatação: foram 71 autores homens (105 livros); foram 78 autoras mulheres (103 livros). O mundo fica tão melhor quando podemos compartilhar nossa percepção. E, quando surge o caos, não precisamos de alguém que decida a melhor solução: nós decidimos.

Que o Ano que chega, chegue para ampliarmos nosso sentimento de coletividade, de Cultura, de Ciência. De mãos abertas para pedir, se preciso; de mãos abertas para servir de ponte para valer nossa autodenominação de HUMANIDADE.

Que as regras sejam claras.


Carlos Francisco Freixo

Comentários

LITERATURA

© 2022 Portal Grande Prudente - Presidente Prudente-SP
Direitos reservados - Tel: 18 99741-2154

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

LITERATURA