Segurança Pública

A Segurança Pública é minha responsabilidade?

Por PORTAL GRANDE PRUDENTE

03/03/2021 às 11:47:25 - Atualizado há

A polícia na rua, homens fardados ou com seus distintivos vermelhos, viaturas em rápidos deslocamentos com sirenes e luzes vermelhas ofuscantes.

Para a grande maioria da população, em todos os níveis culturais, sociais e intelectuais, o narrado acima é a percepção do ofício da segurança pública, são eles os únicos responsáveis pela diminuição da criminalidade e, quando esta aumenta ou "bate a minha porta", são os culpados pela ineficácia na prevenção e, de certo, na repressão pelas investigações.

Esta visão simplista torna o envolvimento das pessoas nas questões de segurança uma raridade, não que as ações a serem desenvolvidas são escassas, mas são pouco conhecidas e difundidas, gerando alguns poucos casos de comprometimento individuais e coletivos.

A Constituição Federal de 1988, no seu artigo 144, resume qual é o nosso dever, "A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos,...", o dever é do Estado (Federação/Estados/Município), é direito de todos nós, mas, ao mesmo tempo, é uma responsabilidade que todos devemos ter, isto é, fazemos parte sim deste contexto e podemos dar uma grande contribuição para o Estado nessa abnegada busca pela paz social.

Para entender melhor este artigo, podemos analisar a segurança, seja pública ou privada, como sendo sistêmica, isto é, interligada como elos de uma poderosa corrente onde, caso haja um ele mais fraco, toda ela pode se tornar fraca.

Paralelamente falando, onde há ineficiência do Estado (Polícias, Sistema Prisional, Poder Judiciário ou leis ineficazes) ou da comunidade, aí existe grande probabilidade de haver desordem social e crime, lembrando que, não basta um elo ser forte, mas todos dever ser fortes.

Qual seria então minha responsabilidade e em que posso ajudar para tornar minha comunidade mais segura?

As forças policiais, sejam elas Federais, Estaduais ou Municipais já atuam na preservação da ordem pública, umas com mais afinco outras nem tanto, cabendo a nós, cidadãos comprometidos com a segurança pública cobrar, com argumentos concretos e indivudualmente, nunca generalizando, uma maior eficácia nos seus resultados.

Eu cidadão, diferentemente do Estado, preciso passar a me preocupar com a coletividade, não apenas com o que tenho ou o que está sob minha responsabilidade, isto é cidadania.

Notamos claramente que nos preocupamos com a nossa segurança pessoal, dos nossos lares e das nossas posses, basta ver o faturamento das empresas de segurança eletrônica que faturaram mais de 8 bilhões de reais em 2018.

A resposta que buscamos saber é com relação a esta coletividade que estamos inseridos, o como posso e devo me comportar.

Quando estamos dentro e fora dos nossos lares, posso ser responsável, sendo os olhos e ouvidos da polícia, acionando-a sempre que observar algo suspeito, seja uma pessoa pulando um muro de uma casa , um veículo parado em local escuro, um grito de pânico, uma criança, mulher ou idoso em situação de risco, enfim, tudo aquilo que foge da normalidade e que pode causar mal a alguém.

Uma outra maneira de ser responsável pela segurança pública é testemunhar a favor de alguém ou contra alguém, a primeira nos casos de acidentes, agressões ou falsas acusações, a segunda é ser voluntário para depor em casos de prisões de criminosos que, invariavelmente, são absolvidos por falta de provas e voltam a cometer crimes.

Apesar de ter sido exposto de uma maneira simples, estas pequenas ações geram uma enorme diferença na segurança pública, cabendo a todos nós tornarmos parte deste contexto.

Encerro com um pensamento de Vince Lombardi, "Comprometimento individual e um esforço conjunto – isso é o que faz um time funcionar, uma empresa funcionar, uma sociedade funcionar e uma civilização funcionar".

Alexandre Fontolan, Coronel Veterano da Polícia Militar do Estado de São Paulo e sócio proprietário da Empresa Militium Consultoria e Treinamento.

SEGURANÇA

© 2022 Portal Grande Prudente - Presidente Prudente-SP
Direitos reservados - Tel: 18 99741-2154

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

SEGURANÇA