Região/Cidades OPERAÇÃO DEDO PODRE

Ação Policial interestadual resulta na prisão de condenados em Dracena-SP e Selviria-MS

Por PORTAL GRANDE PRUDENTE

23/05/2024 às 19:23:13 - Atualizado h√°
foto: DEINTER-8

A Polícia Civil, por intermédio das Unidades Especializadas - DIG/DISE, com o apoio operacional de agentes da Delegacia de Polícia de Ilha Solteira e da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul, realizou nesta quinta-feira (23) a terceira e última fase da "Operação Dedo Podre".

A ação policial ocorreu nas cidades de Dracena/SP, Ilha Solteira/SP e Selvíria/MS, com o objetivo de cumprir mandados de prisão expedidos pela 2¬™ Vara da Comarca de Dracena/SP.

Após a conclusão do Inquérito Policial, com o encaminhamento ao Poder Judici√°rio/Ministério Público das provas técnicas e documentais colhidas, os tr√™s acusados foram condenados por sentença definitiva. As condenações incluem crimes como associação criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa e inserção de dados falsos em sistemas públicos, totalizando 105 infrações, com penas que variam de 08 anos a 09 anos e 04 meses, em regime inicial fechado. A decisão transitou em julgado no Supremo Tribunal Federal - STF, não cabendo mais nenhum recurso.

A "Operação Dedo Podre" teve início em agosto de 2019, visando investigar crimes relacionados à transfer√™ncia ilícita de CNHs do Estado de SP, principalmente para MS e outros Estados do país, por meio da inclusão de dados de endereços falsos dos condutores. Durante as investigações, a Polícia Civil identificou tr√™s núcleos de atuação em Dracena, Ilha Solteira e Selvíria/MS, respons√°veis por recrutar condutores infratores que pagavam propina e cometiam fraudes para obter outra CNH, evitando sanções administrativas e criminais da Lei de Trânsito.

Ao longo da "Operação Dedo Podre", que teve duas fases em 2019 e 2022, foram identificados mais de 350 condutores que utilizaram os "serviços" dos investigados para a transfer√™ncia ilícita da CNH. Isso resultou na abertura de mais de tr√™s centenas de inquéritos policiais, culminando em indiciamentos e condenações judiciais.

Durante os trabalhos de Polícia Judici√°ria, nesta quinta-feira (23), um dos envolvidos, um homem de 45 anos, foi preso na cidade de Dracena/SP, enquanto outro, um homem de 50 anos, foi detido em Selvíria/MS. Ambos passarão por audi√™ncia de custódia para posterior encaminhamento ao sistema prisional para cumprimento da pena imposta.

O terceiro envolvido, de 61 anos e morador de Ilha Solteira, ainda não foi localizado pela Polícia Civil, sendo considerado foragido da Justiça até o momento.


Por: Deinter-8

Comunicar erro
Portal Grande Prudente

© 2024 Portal Grande Prudente - Presidente Prudente-SP
Direitos reservados - Tel: 18 99696-2234

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Grande Prudente